Publicações (Organização, Autoria e/ou Coautoria)

Manuais Idealizados, Desenvolvidos e/ou Produzidos, em parceiras, pelo Corpo Técnico EcoBrasil


Manual Haitiano de Ecoturismo de Base Comunitária (2016)
Promoção: Viva Rio - Haiti
Parceira: Banco de Desenvolvimento da América Latina CAF
Adaptação e versão para o idioma francês do Manual Caiçara de Ecoturismo de Base Comunitária.

 

capa manual caicara tbc

Manual Caiçara de Ecoturismo de Base Comunitária
(2009)

Download: Manual_Caicara_TBC_EcoBrasil-Bioatlantica2010
Promoção: Fundo de Defesa de Direitos Difusos, do Ministério da Justiça
Parceiro das iniciativas de conservação e ordenamento pesqueiro na baía da Ilha Grande, o Instituto BioAtlântica (IBio) aprovou junto ao Conselho Federal Gestor do Fundo de Defesa de Direitos Difusos, do Ministério da Justiça, o Projeto Mares da Ilha Grande. Ao longo de 2009, o projeto foi implementado junto às comunidades e parceiros locais.
Em parceria com o Instituto EcoBrasil, o Mares da Ilha Grande ofereceu cursos de capacitação em ecoturismo de base comunitária para três comunidades interessadas em utilizar a pesca artesanal como um atrativo turístico diferenciado na região. Assim, além de gerar renda com a comercialização do pescado, as comunidades podem ter uma alternativa para receber mais recursos, ao oferecer serviços como passeios, hospedagem e alimentação. Tudo isso, fortalecendo, valorizando e protegendo os pescadores e os recursos naturais.
O aumento do nível de conhecimento local sobre atividades compatíveis com a utilização racional e sustentável dos recursos naturais e o entendimento da importância dos ambientes costeiros e marinhos na manutenção da qualidade de vida das populações tradicionais visa permitir a geração de alternativas de trabalho e renda embasadas no princípio da sustentabilidade para as comunidades. Para material didático dos cursos foi idealizado e produzido o Manual Caiçara de Ecoturismo. O projeto está sendo implementado em outras regiões de pescadores artesanais no litoral fluminense.


capa manual gvbs busca salvamento

Manual Criação e Manutenção de Grupos Voluntários de Busca e Salvamento (2005)
Download: Manual_GVBS_MINTUR_GruposBuscaSalvamento2005
Promoção: Ministério do Turismo
Este Manual é uma iniciativa do Ministério do Turismo que visa contribuir para a criação e manutenção de Grupos Voluntários de Busca e Salvamento - GVBS, no contexto do Projeto de Normalização e Certificação em Turismo de Aventura no Brasil.
Conteúdo: Por que o Manual? (Gustavo Timo), Diagnóstico (Pedro Cavalcanti), Conscientização e Mobilização (Ronaldo Franzen Jr.), Estruturação e Capacitação (Helon Florindo), Planejamento e Operações (Helon Florindo, Pedro Cavalcanti, Ronaldo Franzen Jr.), Integração (Ronaldo Franzen Jr.), Gestão e Manutenção (Helon Florindo, Ronaldo Franzen Jr.); Organização Jurídica dos GVBS (Vinícius Porto), Captação de Recursos (Roberto M.F. Mourão), Estudos de Caso e Anexos.

    

Manual MPE - Melhores Práticas para o Ecoturismo (2004)

Promoção: Fundo Brasileiro para a Biodiversidade FUNBIO. Execução: Instituto EcoBrasil
Parceiros: Banco da Amazônia BASA, Embratur, Financiadora Nacional de Estudos e Projetos FINEP, Ministério do Meio Ambiente MMA.
O Ecoturismo começou a ser investigado como área potencial de trabalho para o Funbio em 1999, dentro do Programa de Estudos Estratégicos. A pesquisa constatou carência na área de capacitação de profissionais que atuam em empreendimentos de Ecoturismo. A resposta a esse problema foi o desenvolvimento do Programa MPE, entre 2000 e 2004, com o objetivo de definir um conjunto de “melhores práticas” de referência para projetos de ecoturismo no Brasil. Este manual é um dos frutos desse trabalho. O Manual MPE foi criado com o objetivo inicial de ser utilizado nos cursos de capacitação dos monitores MPE, em suas consultas e complementação de conhecimentos, e também de servir como material didático para os envolvidos, local e regionalmente, com os projetos conveniados. Porém, em virtude da carência de publicações sobre ecoturismo e desenvolvimento sustentável na época, abordados de forma prática e sucinta, o comitê gestor do Programa decidiu produzir e disponibilizar o conjunto a um público mais amplo, atendendo a uma necessidade das demais pessoas interessadas pelos temas abordados.

capa manual mpe 1ecoturismo

Módulo 1: Ecoturismo e Turismo Sustentável
Download: Manual_MPE_FunbioEcobrasil_modulo1_Ecoturismo2004
Conteúdo: Ecoturismo e Turismo Sustentável (Roberto M.F. Mourão).

capa manual mpe 2meio ambiente

Módulo 2: Meio Ambiente
Download: Manual_MPE_FunbioEcoBrasil_modulo2_MeioAmbiente2004
Conteúdo: Biodiversidade (Sônia Rigueira); Unidades de Conservação (Marcelo Skaf); Estradas-parque (Roberto M.F. Mourão).

capa manual mpe 3populacoes tradicionais

Módulo 3: Populações Tradicionais
Download: Manual_MPE_FunbioEcoBrasil_modulo3_PopulacoesTradicionais2004
Conteúdo: Trabalho com Populações Tradicionais (Ana Gita e Ana Cláudia Lima e Alves); Importância e Formas de Organização Social (Suzana Sperry); Educação Ambiental para Comunidades (Sandro Sáfadi); Educação Sanitária e Saúde do Viajante (Marcia Gomide e Alberto Ramos Jr.).

capa manual mpe 4infra estrutura

Módulo 4: Infraestrutura e Serviços
Download: Manual_MPE_FunbioEcoBrasil_modulo4_Infra-estruturaServicos2004
Conteúdo: Aspectos Construtivos de Hotéis de Selva (Sérgio Pamplona); Hotelaria - Hotéis de Selva e Pousadas (Mª. Aparecida Arguelho e Lucila Egydio); Alimentação (Mª. Graças Pôncio); Energia Alternativa Pedro Bezerra de Carvalho Fº.; Trilhas - Interpretação Ambiental (Rogério Dias), Condução de Visitantes e Excursionismo (Rogério Dias e Waldir Joel de Andrade, Manejo de Trilhas (Waldir Joel de Andrade), Inventário de Trilhas (Marcos M. Borges), Passarelas e Torres de Observação (Roberto M.F. Mourão), Navegação Terrestre e Cartografia Básica (Fábio França Araújo).

capa manual mpe 5atividades

Módulo 5: Atividades na Natureza
Download: Manual_MPE_FunbioEcoBrasil_modulo5_AtividadesNatureza2004
Conteúdo: Observação de Flora (Ana Elisa Brina); Observação de Fauna (Rogério Dias); Observação de Aves (Roberto M.F. Mourão).

capa manual mpe 6ganhos assessorios

Módulo 6: Ganhos Acessórios ao Ecoturismo
Download: Manual_MPE_FunbioEcoBrasil_modulo6_GanhosAcessorios2004
Conteúdo: Artesanato (Sônia Rigueira), Processamento Artesanal de Alimentos (Evandro Engel Ayer); Agroecologia (Marcelo de Oliveira); Aproveitamento de Recursos Florestais e Agroflorestais (Jean Dubois); Alternativas Econômicas Sustentáveis (Cláudia de Souza).

capa manual mpe 7gestao

Módulo 7: Gestão de Empreendimentos Turísticos
Download: Manual_MPE_FunbioEcoBrasil_modulo7_GestaoEmpreendimentos2004
Conteúdo: Elaboração de Projetos - Fontes de Informação (Marcos M. Borges), Diagnósticos (Marcos M. Borges), Planos de Negócios (Ariane Janér), Estudos de Mercado (Ariane Janér), Marketing de Produto (Ariane Janér); Administração - Captação e Gestão de Recursos (Jeane Capelli Pen), Introdução para Administração e Contabilidade (Ariane Janér); Legislação - Legislação Ambiental (Paulo Bidegain e Rogério Zouein), Legislação Turística (Ana Maria Forte).


Manual indigena capa portal

Manual Indígena de Ecoturismo (1997)
Promoção: Secretaria da Amazônia Legal / Ministério do Meio Ambiente MMA
Execução: Instituto EcoBrasil
Download: Manual_Indigena_Ecoturismo_MMA-FUNAI-EcoBrasil1997
Este Manual é o resultado do trabalho de indígenas, antropólogos, indigenistas e especialistas em turismo (Regina Polo Müller, Virgínia Valadão, Síbene de Almeida, Roberto M.F. Mourão), que em projeto participativo, analisaram a viabilidade operacional e levantaram subsídios para a formulação de diretrizes e metodologias para a realização de um programa-piloto de Ecoturismo em Terras Indígenas. É um documento elaborado com cuidado e sensibilidade para não interferir nas sociedades indígenas. Ao contrário, procura resguardá-las e protegê-las, propondo princípios e procedimentos para a visitação ordenada em suas terras. Este Manual vem informar e preparar as comunidades indígenas para operações ecoturísticas, atendendo a demanda interna dos indígenas por alternativas econômicas e, externa, pelos ecoturistas, provocando visitas informais e sem controle, em geral insustentáveis.