mpe brush tbc grio galinhas


Turismo Comunitário ou Turismo de Base Comunitária (TBC)

  "O Turismo de Base Comunitária (TBC) é uma interação anfitrião-visitante, cuja participação é significativa para ambos e gera benefícios econômicos e de conservação para as comunidades e o meio ambiente local."
                                                     © Manual TBC, Receitas para o Sucesso, ITC-EcoBrasil

 

O termo Turismo de Base Comunitária ou TBC é aplicado a várias atividades, operações e empreendimentos que dizem respeito a uma comunidade que recebe visitantes. São as visitas a um lugar onde a comunidade está envolvida na apresentação dos seus moradores e patrimônios como atrações ou oferecendo um leque de mercadorias (produtos agrícolas ou artesanato), que constitui o elemento “turístico” do conceito.

Idealmente, o TBC deve contribuir para uma melhor conservação e desenvolvimento, trazendo benefícios econômicos, sociais e culturais para todos os membros da comunidade e região.

O espectro dos projetos de turismo baseados nas comunidades, estende-se de iniciativas baseadas em vilas e de parcerias, em escala reduzida com o setor privado ou ao desenvolvimento de projetos privados de maior dimensão. Alguns tipos de turismo são particularmente apropriados ao TBC: o ecoturismo, turismo étnico ou indígena, rural e cultural, já que são propícios à propriedade e ao controle pela comunidade.

Pode-se classificar em quatro categorias os diferentes graus de participação das comunidades em atividades turísticas:

1. Interação Passiva com Visitantes
Comunidade faz parte da ‘paisagem turística’, compondo o ‘bucólico’, mas em geral não recebe benefícios da atividade.

2. Interação Indireta com Visitantes
Comunidade faz parte da ‘paisagem turística’, às vezes recebe benefícios da atividade, como, por exemplo, vendendo artesanato ou produtos agrícolas e frutas a visitantes.

3. Interação Direta com Prestadores de Serviços
Com agências, operadoras e fornecedores de serviços turísticos:
- fornecendo alojamento em hospedagem familiar, pousadas, pequenos hotéis, alugando moradias, etc.
- prestando serviços: transportando, conduzindo e guiando visitantes, etc.
- com competências especializadas: com apresentações de dança e música com instrumentos musicais tradicionais, etc.
- ou demonstrando perícia: construção de canoas, equitação, produtos artesanais, gastronomia, etc.

4. Interação Direta com Visitantes em Atividades Próprias ou em co-propriedade
Esta participação pode ir desde o envolvimento de apenas um ou dois membros da comunidade ou de famílias, até à participação total da comunidade.