Trilhas logo new

OrganizaçãoRoberto M.F. Mourão (roberto@albatroz.eco.br)
                          Albatroz Planejamento 

 

Estudo de Caso (2002)

Torres e Passarelas de Copada 
Canopy Towers & Walkways

 

Kakum National Park, Ghana, África

canopy ghana kakum nat park mapA floresta tropical da África Ocidental é um dos ecossistemas mais diversos do continente africano, sendo que Ghana contém um quinto deste importante ecossistema.

Kakum National Park, localizado 20 Km ao norte da cidade litorânea de Cape Coast, na região central de Ghana, Áfricatem área de 350 Km² de floresta tropical úmida.

Kakum foi declarada reserva florestal em 1932 e nos últimos 50 anos teve seu manejo direcionado para extração de madeira. A área é habitat de anfíbios, répteis, primatas, antílopes, 550 espécies de borboletas, 250 espécies de aves e cerca de 100 mamíferos.

O parque nacional foi escolhido para servir de modelo africano para conservação da biodiversidade integrada e desenvolvimento econômico, combinando pesquisa científica e ecoturismo. O Programa do Kakum National Park é apoiado pela organização não-governamental Conservation International, que contribui com assistência técnica de planejamento e implantação.

canopy ghana kakum nat park students plataformA combinação da Passarela com o Centro de Visitantes é modelo para outros planos de desenvolvimento no sudoeste africano, destacando-se pelo uso de artes e materiais regionais em criativas exibições educacionais.

No início de 1995, a Conservation International e a American Society of Landscape Architecture (Sociedade Americana de Paisagismo) organizaram uma seminário com o objetivo de criar o modelo de desenvolvimento para a Área de Conservação de Kakum (Kakum Conservation Área), dentro dos parâmetros estabelecidos pelo programa de desenvolvimento turístico regional (Tourism Development Scheme for the Central Region of Ghana).

canopy ghana kakum nat park touristsO seminário decidiu pela construção de um sistema de Passarelas de Copada e um Centro de Visitantes, visando melhorar a interação e a experiência dos ecoturistas com seus atrativos naturais e culturais.

A Passarela de Copada de Kakum, a primeira no continente africano, foi inaugurada no Dia da Terra em 1995.

Por ser uma forma de acesso privilegiada para observação da fauna e flora, a passarela aumentou muito o fluxo de visitas nacionais e internacionais a Kakum.

Projetada para uma capacidade máxima de 60 a 70 mil visitantes anuais, sem comprometer a qualidade da experiência, o fluxo de visitas no parque cresceu de menos de 2 mil pessoas, em 1992, antes de sua construção, para mais de 20 mil visitantes em 1995.

Este aumento considerável de visitantes, possibilitou não só um aumento nos postos de trabalho para comunidades locais, como também recursos para ajudar proteger e manter o Parque.

canopy ghana kakum nat park tourists walkway forestA passarela construída, sustentada por 8 enormes árvores emergentes, tem 330 metros em comprimento e está suspensa a uma altura média de 27 metros, atingindo 36 metros em seu ponto mais alto, tendo uma altura suficiente para manter uma boa distância do solo e a copada.

O acesso é em uma ladeira, de forma que visitantes tem acesso às plataformas e passarelas sem necessidade de escadas.

Envolvendo cada árvore de apoio, plataformas de madeira permitem a visitantes e pesquisadores se posicionarem e desfrutar da privilegiada posição para observar a floresta tropical.

A escolha e posicionamento dos apoios e plataformas (que não utilizam pregos ou parafusos) foram feitos com grande cuidado para assegurar que as centenárias árvores que suportam a passarela não sofram danos que comprometam sua estabilidade.


Custo e Resultados

canopy ghana kakum nat park tourists walkwayO custo da passarela de Kokum girou em torno de US$ 120 mil (1995), sem considerar contra-partidas locais e de apoiadores/patrocinadores.

Segundo a Conservation International, estima-se que a Passarela já foi visitada por cerca de 60 mil visitantes nacionais e internacionais desde sua inauguração em 1995.

John Kelson, consultor que participou da construção da passarela, estima que em 3 anos, entre sua inauguração em 1995 até o final de 1998, o faturamento estimado foi superior a US$ 400 mil, ou seja, uma média de US$ 10 mil por mês. (1 bilhão Cedis, US$ 1 = 2300 Cedis)

 

 

canopy kakum tourists 2000 2015